11 maio 2014

Resenha: O Teorema Katherine - John Green

Antes de tudo... FELIZ DIA DAS MÃES!! E vamos a mais uma resenha do colaborador/amigo do blog Denner Soares?!


-------------------------------------------------------
TÍTULO: O teorema Katherine
AUTOR: John Green
EDITORA: Intrínseca
ANO: 2013
PÁGINAS: 304
NOTA: *****
Sinopse:
Após seu mais recente e traumático pé na bunda - o décimo nono de sua ainda jovem vida, todos perpetrados por namoradas de nome Katherine - Colin Singleton resolve cair na estrada. Dirigindo o Rabecão de Satã, com seu caderninho de anotações no bolso e o melhor amigo no carona, o ex-criança prodígio, viciado em anagramas e PhD em levar o fora, descobre sua verdadeira missão: elaborar e comprovar o Teorema Fundamental da Previsibilidade das Katherines, que tornará possível antever, através da linguagem universal da matemática, o desfecho de qualquer relacionamento antes mesmo que as duas pessoas se conheçam.


Uma descoberta que vai entrar para a história, vai vingar séculos de injusta vantagem entre Terminantes e Terminados e, enfim, elevará Colin Singleton diretamente ao distinto posto de gênio da humanidade. Também, é claro, vai ajudá-lo a reconquistar sua garota. Ou, pelo menos, é isso o que ele espera.
                                                                      -------------------------------------------------------

Olha pessoal eu amo matemática e achei excepcional a ideia que o John Green teve ao chamar um amigo matemático para o ajudar a deixar esse livro mais incrível.

O teorema Katherine conta basicamente a história de Colin, um garoto que só namora Katherines por motivos de: coincidência. Ele jura. Colin é romântico e meio menininha, molenga demais. Além disso Colin é um garoto ex-criança-prodígio egocêntrica, melhor dizendo, ele é um prodígio e tem um ego enorme, mas a época de criança já se foi.  No início a melancolia de Colin pode até te assustar um pouco, afinal quem não ficaria melancólico após seu décimo nono pé na bunda?

“É possível amar muito alguém, ele pensou. Mas o tamanho do seu amor por uma pessoa nunca vai ser páreo para o tamanho da saudade que você vai sentir dela."


Então seu amigo Hassan consegue convence-lo a sair em uma jornada. Só os dois estrada a fora. E é nesse ponto onde a história começa a te envolver, pois na estrada Colin decide ultrapassar a barreira entre prodígio e gênio. Ele começa a desenvolver um teorema para provar que há algo em comum e previsível entre toda essa história de términos. Ele quer ser o gênio que vai prever relacionamentos baseando-se nos seus desastrosos. E aí que entra a matemática. No desenvolver (e no final), há explicações sobre os cálculos e gráficos. A parte simples, pelo menos. 


Além das notas de rodapé incríveis (tem umas sessenta ao longo do livro, e a maioria é humorística - um tipo de rodapé que sempre amei e faz muita falta em um livro), tem também histórias entre alguns capítulos contando mais sobre seu relacionamento com alguma Katherine. O que te deixa meio voado e incomoda bastante. Mas é importante e você aprende bastante sobre as Katherines.

Até o próximo post!

5 comentários :

Ana Lia Santos disse...

Tô louca pra ler ^^
Lá no blog tem resenha de um livro incrível,vem ver ^^
http://espacoteencomanaliasantos.blogspot.com.br/2014/05/resenha-do-livro-lua-azul-alyson-noel.html
beijos.

Nicolle Silveira disse...

@Ana Lia Santos

Leia sim!! Vou dar uma olhada, beijoss

Milena Ricci disse...

Meu livro favorito do Green. Acho que sou uma das poucas que considera esse livro tão bom, mas tão bom que chega a ser totalmente genial. Gosto do desenvolvimento da história, a forma com que o autor conseguiu tornar tudo muito divertido, e o crescimento dos personagens - um em especial: LINDSEY <3

Gosto de pensar que a Lindsey foi tão contra tudo o que o Colin acreditava que fez ele ficar de cabeça pra baixo em relação a todos os relacionamentos anteriores dele e acabar in love w/ her.

Amo, amo, amo e amo.

Nicolle Silveira disse...

@Milena Ricci

O tipo de comentário que toda blogueira AMA receber haha <3 Até eu fiquei MEGA animada a ler agora (quem escreve as resenhas dos livros é meu amigo, Denner, leitor nato ehueheuhe)

Beijooss

Isabela Marcos disse...

Sinceramente é o meu livro preferido do John Green, te indiquei para uma tag, espero que goste
http://heybooks.blogspot.com.br/2014/05/tag-sugestoes.html

Postar um comentário